(mais) Boas novas

by Jorge Camargo on novembro 18, 2012

Têm ecoado em mim nos últimos meses as palavras de Violeta Parra – e eu as tenho repetido: gracias a la vida, que me ha dado tanto.

Depois dos projetos de 2011 e 2012, que trouxeram a público os CDs Tudo que é bonito de viver (2011) e Jorge Camargo, Definitivo (2012), além da reedição do áudio de Somos Um (2012), o livro-CD originalmente produzido em 2008, acabo de finalizar dois outros projetos, que me enchem de alegria.

O primeiro deles é o CD A poesia caminha… histórias de viagens por cidades e sonhos, em parceria com Gladir Cabral e produzido por Fernando Merlino, que você pode conhecer por este link.

Gosto muito desse projeto por uma série de motivos, mas talvez o principal deles seja o fato de termos conseguido, Gladir e eu, unir música e poesia em um projeto denso, com um conjunto de referências que nos faz desejar conhecer mais sobre lugares, pessoas, obras e canções. A arte alimenta a alma. Alimenta a minha alma.

Ouça aqui a canção Jerusalém, em homenagem à cidade homônima.

O segundo projeto é o CD intitulado Canções do caminho. Produzido por Marcos Fonseca e com produção musical do Fernando Merlino, é um tributo à obra de Caio Fábio e ao Caminho da Graça.

A arte é de Anderson Monteiro, sobre fotografias feitas por Lisa Cláudia Monteiro.

O CD traz canções autorais (sete minhas e três minhas em parceria com Gladir Cabral) cujo tema principal é a graça. A mesma graça de que Caio fala e através da qual encoraja várias pessoas a (re)construir o seu próprio caminho.

Neste momento de minha vida, só me resta agradecer. Sou grato pelas oportunidades que tenho tido de criar e de compartilhar a minha arte.

Sou grato à vida, que me tem dado tanto.